Os livros que nos marcaram em 2013 (Parte I)

16:44:00

Search by image
O livro conta a história de Hazel Grace, uma paciente terminal. Ela vive com a promessa de viver mais alguns anos, pois seu tumor encolheu, consideravelmente. A culpa é das estrelas não é só uma história sobre o câncer. É um romance encantador. Hazel conhece Augustus Waters um bonitão que certo dia aparece no Grupo de Apoio a Crianças com Câncer no qual Hazel Grace não se sentia animada de frequentar.

John Green é completamente irreverente na escrita. A culpa é das estrelas se transformou pra mim não só num livro marcante, como também num dos meus favoritos. O modo como Hazel Grace olha para sua doença, e para todas as questões dela, não é comum aos livros que encontramos por aí, e eu acho que foi exatamente isso (além do romance maravilhoso), que me prendeu. Apesar de ser um livro triste, contamos muito com o sarcasmo e ironia de Hazel que nos faz rir.

Eu sei que já há por ai um grande preconceito a esta leitura: “É modinha”, “Todo mundo já leu”, blábláblá.  Ok, muitas pessoas podem ter lido este livro, mas, é porque há um motivo para isso: O livro é realmente bom. Eu não o classifico como mais um YA (Young adult), bobinho, pois apesar de ser sim um YA, ele tem uma história diferenciada, e uma escrita muito boa.  John Green é um ótimo escritor, e este livro é sem dúvidas um ótimo livro. Não se apegue aos rótulos e navegue pelo universo sarcástico de Hazel Grace.


search by image
"Extraordinário" - R.J Palacio


O livro conta a história de Auggie (August Pullman), que está para começar o quinto ano. O que seria um fato normal na vida de qualquer garoto, porém há um diferencial: Auggie definitivamente não é qualquer garoto. August nasceu com uma síndrome genética que teve como sequela uma severa deformidade facial. Por conta disso Auggie passou muitos anos de sua vida fazendo cirurgias e jamais pôde frequentar a escola.

Auggie se vê em uma situação difícil de, encarar o modo como as pessoas o olham por conta de sua deformidade facial, e mostrar para todos que apesar de sua aparência ele é um menino como  os outros de sua idade. Além disso, o livro é narrado por outros personagens que estão na vida de Auggie, o que torna o livro mais interessante.

A história deste livro me marcou muito. Me identifiquei com o Auggie em muitos pontos. Possuo uma deformidade facial e como ele sempre me senti mal pelos outros me olharem de forma diferente por causa disso. Além da identificação, o livro sem dúvidas é muito encorajador e inspirador. Conseguimos ver claramente como uma única pessoa pode influenciar e modificar o que há em volta dela. E é realmente muito marcante o modo como o Auggie enfrenta as coisas difíceis em sua vida. Com certeza ira te inspirar e te marcar de alguma forma. Vale a leitura.  


You Might Also Like

0 comentários

Converse com a gente ♥

recent posts