Guia de iniciação ao Chick-lit da Marian Keyes

21:37:00

SWHAB
Este guia é para os leitores de plantão que adoram um livro mulherzinha, e não conhecem o gênero.
Chick-lit, que segundo o Wikipédia é o nome que se dá a este gênero que é uma ficção dentro da ficção feminina. Ou seja, chick-lit é um gênero mulherzinha. Mas não pensem que por isso seja fútil e blá blá. É chamado de gênero mulherzinha apenas porque aborda o universo das mulheres modernas e as questões com que elas lidam. 
Costumo dizer que ler um livro deste gênero é mergulhar num mundo de várias sensações (mentira, eu não costumo dizer isso), pois, os chick-lits conseguem ter humor, drama, tragédia, romance, tudo junto e muito bem misturado.

E na minha opinião a melhor nesse gênero é a Marian Keyes, e por isso vamos dar grandes dicas pra você entrar de cabeça nesse mundo, com a nossa querida Marian.

Devo começar dizendo que a maioria dos livros que li da Marian são ótimos. Seu grande forte neles, é escrever sobre uma grande tragédia ou algo muito difícil de lidar, que em livros comuns poderiam dar um bom drama, mas que nos dela trazem um ar de comédia. Ela traz com seu humor uma leveza nos problemas das personagens, e acaba que o que poderia ser um livro deprimente, fica algo divertido com certo drama.

TOP 4 DA MARIAN KEYES:


1. FÉRIAS
Search by images
Paloma: Bem, para iniciar neste mundo da Marian e o Chick-lit, eu indico primeiro o melhor e o mais engraçado dos livros dela: Férias. Este livro fala sobre Rachel (uma das irmãs da Familia Walsh, creio que cada uma das irmãs tem um livro sobre elas), que tem 27 aninhos, e se vê num grande 'contratempo'. Ela usa drogas moderadamente, e também bebe um bocado, e talvez tome alguns remedinhos, mas nada demais, sabe?

É o que ela acha, porém neste momento todo mundo pensa que ela é uma toxicomaníaca que precisa de tratamento, e adivinha só, os pais dela enviam ela pro Claustro, que nada mais é que uma Rehab, que parece ser cheia de artistas famosos, banheiras legais, hidromassagem e academia. Então apesar de ficar muito brava, Rachel acaba indo pra lá, afinal umas férias não seriam mal. Deixando pra trás Luke, o namorado mais legal do mundo (é o que eu acho), e uma melhor amiga (que dedurou o probleminha dela). Rachel vai pro Claustro em busca de um tempo de Férias, mas será?


2. SUSHI
Search by images
Yumi: Essa vai na contramão da Familia Wash, pois conta a historia de três mulheres que tem suas vidas de uma certa forma interligadas. Primeiro temos Lisa, editora da nova revista Garota, um emprego dos sonhos se não fosse na Irlanda. Nessa empreitada conhece a assistente Ashling que é ansiosa por natureza e nada está certo. E pra terminar tem a Clodagh que tem uma vidinha perfeita. Uma casa linda, um marido maravilho e dois filhos adoráveis. 

O drama todo fica por conta das histórias engraçadas que a Ashling enfrenta no serviço e da descoberta da vida não tão perfeita da Clodagh. A vida de Lisa também vira de ponta cabeça com o lançamento da revista. Sempre bem humorado, ou não tanto, o livro é divertido e apaixonante. Queria que tivesse continuação, como o das meninas Walsh.


3. TEM ALGUÉM AI?
Search by images
Paloma: O livro Tem alguém ai? é mais uma da coleção da Familia Walsh. Este fala sobre Anna, que é um desastre ambulante. Ou pelo menos costumava ser. Agora ela está numa fase emocional complicada. Além disso está passando uns tempos na Irlanda na casa dos pais, e tudo o que quer é voltar para sua vida em Nova York. Onde estão seus melhores amigos e seu emprego dos sonhos. 
Mas há um porém, Aidan seu marido, parece ter desaparecido misteriosamente. 

Yumi: Por algum motivo chorei em algumas partes do livro, mas não por ser muito triste, sentimental, apenas por ter uma história marcante. A história de amor de Anna e Aidan é bonita e verdadeira e isso deixa o livro legal. É divertido e emociante na medida certa, não tem como não gostar desse.


4. MELANCIA
Search by images
Yumi: Esse foi o livro que lançou a Marian no mundo Chick-lit e na minha opinião não é o melhor. A história gira entorno de Claire que é abandonada no dia do nascimento da filha. É repleto de drama e depressão e 'pontos parados' que me fizeram questionar a escolha de continuar lendo, mas não desisti e terminei. Mas ainda assim não recomendo para um iniciante no mundo de garotinhas.
É engraçado, mas a depressão da Claire me irrita profundamente. Não fiquei com dó dela nem quando foi deixada.

Paloma: Num contexto geral, depois do trágico abandono do marido, ela volta para a casa dos pais junto com seu bebê recém-nascido. Então descobrimos muito neste livro sobre as coisas da família Walsh e a convivência deles, além disso vemos a jornada de Claire se recuperando da fossa de um término de casamento e depois seguindo com a vida.

Ps: Yumi é uma desalmada, pois muito me doeu quando o besta do marido de Claire a deixou. 





You Might Also Like

0 comentários

Converse com a gente ♥

recent posts