Sure, resenha: A estrela que nunca vai se apagar de Esther Earl

18:08:00

Serch by images
Como todos devem saber este é o livro da garota que inspirou o nosso querido John Green a escrever o livro "A culpa é das estrelas". E já era hora de termos uma resenha dele aqui, não acham?
O livro "A Estrela que nunca vai se apagar" é basicamente o diário da Esther. Além de reunir partes do diário encontramos nele cartas, desenhos e até textos de ficção dela. O começo do livro já é algo muito bom, pois temos a introdução feita pelo John, que é incrível (O John e a introdução, rs). Ao longo do livro vamos descobrindo aos poucos a vida de Esther, como foi quando ela e a família descobriram a doença, e como ela lidou com isso depois.

Além disso também há os relatos dos pais e amigos sobre Esther. As partes mais chatas do livro na minha opinião são as entradas de blog dos pais. Não sei porque, mas toda vez que a parte do blog deles aparecia eu tinha uma vontade de pular (obviamente não fiz isso), acho que algumas vezes as entradas eram desnecessárias.

Mesmo doente ela ainda passa uma vibe alegre, tenta deixar a vida mais leve, até quando tudo está indo por água abaixo. Não se deixou abater com a doença e faz parecer que ela aceitou a condição e está pronta para deixar a vida e a família para trás, mas sem arrependimentos.
Ela viveu uma vida plena, em um ambiente familiar bom, com amor e carinho.

A parte mais triste deste livro com certeza é o relato do pai no momento da morte da Esther, e depois o discurso dele no velório dela. E no final do livro ainda é possível ler os textos de ficção que a Esther escreveu.  Não cheguei a gostar de todos, mas dois deles me deixaram com uma terrível sensação triste de que ela era apenas uma garota que poderia ter sido uma grande escritora se ainda estivesse entre nós.

Foi a grande marca que levei dele com tristeza. Que ela ainda poderia ter feito coisas fantásticas, mas morreu sem nem ter realizado grande parte das coisas que gostaria de ter feito.

Sim, é triste, se estiver na bad não leia. Mas eu recomendo que você tente ler um pedacinho da Esther que ela deixou pra nós.




You Might Also Like

0 comentários

Converse com a gente ♥

recent posts