Sure, resenha: O Maravilhoso Agora de Tim Tharp

15:55:00

Search by images
Como sempre, nem toda adaptação de livro pro cinema dá certo, essa é a prova que não deu certo e eu te explico porque. "O Maravilhoso Agora" é um livro pra quem quer refletir sobre julgar os outros pela aparência, o que fazer depois de acabar o colégio e como conquistar o mundo. E se você leu a resenha do filme que eu fiz, vai entender o por que não gostei do filme agora.
A história de Tim Tharp é narrada por Sutter Keely, um rapaz de 18 anos que nunca seguiu regras, vive cada dia sem preocupações. Ele sempre namorou meninas que não são vistas como as rainhas do baile da escola, as mais populares, isso por que ele não julga as pessoas e não liga para o que os outros falam ou pensam.

Ele sempre teve a bebida como forma de esquecer os problemas e aproveitar o momento. Depois de uma festa ele fica bêbado e acaba dormindo na grama. Aimme que nunca foi a uma festa, faz entrega de jornais todas as manhãs e encontra Sutter largado no chão.

A partir dai os dois começam a conversar e passar mais tempo juntos. O amigo dele, Ricky, acha que Sutter só está querendo ajudar Aimme a ser uma pessoa diferente, que sabe se defender, mais teme que o amigo posso iludir a inocente menina.

Até aqui o livro e filme são parecidos, Sutter é alcoólatra e tem problemas com a mãe, pois sempre a culpou pelo pai ter ido embora e nunca ter ligado para ele. Já Aimme sempre abaixa a cabeça para tudo, não gosta de conflitos e muito menos de enfrentar a mãe, que só tem interesse pelo namorado e cassinos. 

Quando começa a namorar Sutter ela acaba mudando, e todos a sua volta percebem e não gostam muito, acham que ele é uma má influência.

As semelhanças param ai e o filme dá um outro tom para a narração, como se Sutter possa mudar a história de sua vida, que no final tudo vai dar certo. E no livro não é bem assim. Se tivessem levado o livro mais ao pé da letra com certeza seria um filme bem melhor, pois Sutter e Aimme são extremamente opostos, e mesmo gostando um do outro nunca dariam certo.

O filme passa o romance entre eles, e o que cada um quer do futuro, sem mostrar os outros personagens, como Ricky, que no livro cresce com uma ajudinha de Sutter, que só quer a felicidade, mesmo que momentânea das pessoas ao seu redor. 

Ele ainda é um garoto que não cresceu e nem tem a intenção de fazer tão cedo, está perdido no seu mundinho e não deixa ninguém entrar, mesmo que todos o amem. 

Mais uma vez é melhor ler o livro primeiro e depois assistir o filme e tirar as suas próprias conclusões de qual é melhor. Sem dúvidas prefiro o livro.

You Might Also Like

0 comentários

Converse com a gente ♥

recent posts