Sure, resenha: Se eu ficar de Gayle Forman

15:00:00

SWHAB
Acidente de carro, uma música de fundo. 24 horas pra compreender o que aconteceu e tomar uma difícil decisão, será que ela vai ficar? 
"Se eu ficar" de Gayle Forman, já é um livro que está 'batido' na boca do povo, todo mundo já leu e tem algo a dizer sobre ele, e foi por isso mesmo que eu fiquei com um pé atrás. 
Vi um monte de resenhas sobre este livro e mesmo assim não sabia o que esperar dele. Ganhei ele de natal e comecei a leitura sem nenhuma expectativa boa, e esperando pelo pior: Fui surpreendida.

Mia, nossa personagem principal e narradora, sofre um acidente de carro com seus pais e seu irmão mais novo logo no começo do livro. De uma forma sobrenatural Mia se vê fora de seu corpo e consegue observar o que está acontecendo ao seu redor.

Logo no inicio descobrimos junto com Mia que seus pais estão mortos. Ela vai para UTI, e é lá que acompanhamos o andamento da situação. Intercalando o presente com flashbacks do passado, vamos conhecendo a vida de Mia, uma garota apaixonada por música clássica, violoncelista diferentemente dos pais que são apaixonados por rock. 

Mia se sente deslocada em sua família pela falta de identificação e vai tentando encontrar seu lugar no mundo. Namora com Adam, um garoto que toca numa banda de rock que já está se tornando 'famosa', e tem uma melhor amiga que se chama Kim de personalidade forte e que de certa forma é bem parecida com Mia.

No começo admito que pensei que não ia gostar nada deste livro, que talvez ele fosse um clichezão e em alguns pontos ele até é, mas para minha própria surpresa o livro é legal e eu realmente gostei.

Depois da página 60 deslanchei na leitura e terminei no mesmo dia (é um livro curto aliás), e confesso que dei uma boa chorada. 

Gostei muito da personalidade de Mia e do modo como a história vai se desenrolando, e você é envolvido pelas a histórias e pela grande escolha dela que tem que decidir se vai continuar aqui mesmo sem seus pais, ou se quer desistir.

As partes da UTI me emocionaram muito e seus flashbacks de seu relacionamento com o Adam são interessantes, pois, mostram como eles tentaram fazer dar certo mesmo sendo de mundos completamente diferentes.

Em suma, gostei do livro e já estou curiosa para ler o segundo, agora com boas expectativas.

You Might Also Like

0 comentários

Converse com a gente ♥

recent posts