Sure, resenha: A insustentável leveza do ser de Milan Kundera

15:00:00

search by images
Tomas, Tereza, Sabina e Franz, quatro personagens com traços de caráter que coincidem, Tomas e Sabina, Tereza e Franz. O que eles tem de parecido? O que Milan Kundera tem de tão relevante para nos dizer sobre a vida desses personagens? Qual é afinal, "A Insustentável Leveza do Ser"?
Falar sobre este livro do Milan Kundera é um desafio para mim, talvez pelo fato de ser um livro de grande profundidade, que trate de questões que te fazem realmente pensar e repensar, mas principalmente porque creio que este livro atinja a cada um de uma forma, sendo essa por vezes pessoal demais.Porém, não poderia deixar de vir aqui e falar sobre ele. 

"A Insustentável Leveza do Ser", conta a história dos casais Tomas e Tereza, Sabina e Franz. O narrador que é onipresente, logo de cara nos apresenta Tomas, que não quer carregar sobre si nenhum peso, ou a culpa. Quer ser leve, e não se compromete com nenhuma mulher desde o divórcio, e que não suporta dormir na mesma cama com uma mulher. 

No entanto conhece Tereza, que entra na sua vida de forma natural e ele acaba "acolhendo-a". Digo isso porque quando Tomaz e Tereza adormeceram juntos, ela segurava-lhe a mão com muita força enquanto dormia, e ele descreve-a como "uma criança abandonada numa cesta, sobre águas correntes para que ele a recolhesse". Se Tomas é a leveza e falta de culpa, Tereza por outro lado é seu oposto. Ela teve uma vida difícil até ali, e vive com culpa e peso.

Entrelaçados a estes dois personagens temos Sabina que é amiga-amante de Tomas, e em muitos pontos é como ele. Ela é também a leveza e acaba se envolvendo com Franz que por sua vez também é o oposto dela. Os dois pensam distintamente, e ainda que Franz seja casado e Sabina sua amante, por vezes ele sente-se culpado, e só fica com Sabina quando leva-a para congressos distante de sua mulher, como forma de respeito por ela.

Apesar de ter toda essa profundidade e por vezes mostrar a complexidade do ser humano, e ainda se passar num cenário político, não se assuste. Kundera consegue falar de todas essas coisas explicando de uma forma fluída que se torna fácil de compreender.

O escritor parece entender como funciona cada pedacinho do ser humano, e por acabar conhecendo tão bem os personagens na leitura, você não consegue odiar suas atitudes porque compreende como cada um deles funciona.

Ainda que eu tente muito não vou conseguir explicar toda grandeza desse livro, que nos faz mergulhar na profundidade de seus personagens e com suas reflexões nos faz mergulhar também em nossas próprias profundidades.

Definitivamente este não parecia ser o meu tipo livro, e se você também não estiver acostumado com leituras desse tipo não se acanhe! Dê uma chance a ele, e você pode descobrir uma boa surpresa.

You Might Also Like

0 comentários

Converse com a gente ♥

recent posts