Sure, resenha: Amy e Matthew de Cammie McGovern

15:00:00


Amy e Matthew estudam na mesma escola e não são amigos. Na verdade Amy não tem amigos, provavelmente Matthew também não. Você acha que já sabe exatamente como esta história vai ser, mas eu te digo que esta não é só uma história sobre duas pessoas que não tem amigos.
Neste livro de capa linda, temos a história de "Amy e Matthew". Amy não é uma garota comum, ela tem uma deficiência, parte de seu corpo é paralisado e ela precisa da ajuda de enfermeiras na escola. Matthew parece um cara comum, só que sem amigos, ele tem Trasntorno Obssessivo Compulsivo (TOC) e por causa disso muitas coisas são difíceis para ele.

Amy decide contratar colegas da escola para ajudá-la ao invés de enfermeiras, e também para quem sabe fazer amizades. Então sua mãe contrata 5 pessoas, uma pra cada dia da semana, um desses ajudantes sendo Matt a pedido da própria Amy.

De algum modo, eles se aproximam e Matt acaba sendo alguém importante para Amy, alguém que fala com ela com sinceridade fazendo-a enxergar além da sua eterna 'fachada' de felicidade. E ela acaba ajudando Matt mais do que ele poderia imaginar.



Apesar de uma premissa que me fez achar que esse livro viraria um dos favoritos do século, não foi bem assim que ocorreu. O livro é narrado em 3° pessoa e um pouco mau escrito, o que me incomodou mas não impediu que eu continuasse a leitura. 

No primeiro momento é quase um choque, se deparar com a situação de Amy e com todas as suas dificuldades, mas ao decorrer da leitura você vai se acostumando, vai entrando nesse mundo e entendendo como funciona. 

O problema mesmo é que me pareceu que a escritora se perdeu na história, em algum momento parecia que ela estava escrevendo sem ter um objetivo final  e acho que isso acabou com o livro.



Mas apesar das inúmeras falhas do livro, levo em consideração que há este ponto forte: o de apresentar um universo diferente, dois jovens vivendo situações mais difíceis que a maioria, e mostrar Amy além de suas deficiências e Matthew além de suas ''esquisitices''. 

Gostaria de ter gostado muito, mas não foi dessa vez. 


You Might Also Like

1 comentários

Converse com a gente ♥

recent posts