Nossos autores favoritos

15:00:00

Search by images/SWHAB
Hoje 25 de julho é dia do escritor, e como os livros são a maior parte das nossas vidas, nada melhor que dividir com vocês algum dos nossos autores favoritos, esses que escrevem histórias que se tornaram importantes pra nós, e que transformam nossas vidas de alguma forma com seus livros.
Search by images/SWHAB
Paloma: Nick Farewell é um dos meus escritores favoritos e quem acompanha o blog já está cansado de saber. Ele tem todas as coisas que um bom escritor precisa ter, porém mais que isso: Sinto sinceridade no que ele escreve, e é por isso que eu gosto tanto dele. "Go", é o meu livro favorito dele exatamente por esse motivo. Sincero em sua narrativa e profundo em suas palavras, é um livro que me faz sempre acreditar de novo. 


Search by images/SWHAB
Outra marca registrada aqui é o nosso John Green. Dispensa comentários, ou elogios. Meu maior motivo por gostar do John é saber que qualquer coisa que ele escrever, eu vou querer ler. Por já ter lido vários livros dele e gostar muito de sua escrita, é certo que qualquer livro que lançar com a pior premissa de sempre, eu vou querer comprar. Meu livro favorito dele, obviamente é "A Culpa é das Estrelas". Foi o primeiro que eu li dele, e tem essa história tão bonita e simbólica de Gus e Hazel.  


Search by images/SWHAB
Yumi: Amo de paixão a Rainha Rainbow vulgo Rainbow Rowell, desde que li "Eleanor & Park" qualquer coisa que ela escreva (até os tweets dela) está valendo para mim. Ela sabe escrever para o jovem adulto (Young Adult - YA) sem ser clichê, sem criar estereótipos de jovens problemáticos, Rainbow conta histórias que qualquer um possa aproveitar, se divertir e emocionar. Mesmo sendo conhecida pela categoria YA, os livros "Anexos" e "Ligações" tem o temas de mulheres nas casa dos 30 e mesmo assim não são livros sobre donas de casa, com 5 filhos e um divórcio mal resolvido. Rainha Rainbow é mais que leitura obrigatória.

Search by images/SWHAB
Outro amore é David Levitan que assim como Rainbow está sempre aparecendo por aqui, e não é por menos, ele escreve com uma leveza e intensidade que assim que começa qualquer livro dele não consegue mais parar de ler. Sempre abortando a homossexualidade, David cria um universo onde não há preconceito, como em "Garoto Encontra Garoto" ou no lindo livro "Todo Dia". Já em "Nick e Norah: Uma Noite de Amor e Música" (esse um filme) e "Naomi e Ely: E a Lista do Não Beijo" dá para imaginar as páginas na tela do cinema. Com personagens que tem um humor sarcástico e respostas na ponta da língua, não tem como evitar de se imaginar sendo amigo de algum deles.



You Might Also Like

0 comentários

Converse com a gente ♥

recent posts