Sure, resenha: Anna e o beijo francês de Stephanie Perkins

15:00:00


Anna Oliphant está se mudando para Paris, e pasmem: Não está nada feliz com isso. Seu pai, um famoso escritor norte-americano, decidiu que seria melhor se a menina estudasse em um colégio interno na Cidade Luz. Como não é Anna quem dá a última palavra, ela é obrigada a dar adeus a sua adorada Atlanta, onde tinha um bom emprego, uma melhor amiga e um namoro prestes a decolar.
Mas, como nada está perdido, pode ser que tudo dê certo afinal, ou não?
Apesar das suplicas para ficar em Atlanta, nada adianta e Anna não só teve que aceitar a ideia de estudar em Paris, como engolir completamente e viver essa aventura.

Com um péssimo humor e acreditando que tudo vai dar errado, em seu primeiro dia no internato ela conhece Meredith, a moça que se torna sua primeira amiga e que ainda por cima apresenta seus outros companheiros de história: Josh, Rashimi e claro, Étienne, mais conhecido como St. Clair.

Vamos ao óbvio, o romance é iminente. St. Clair é o cara mais incrível que Anna já conheceu. Ele tem sotaque britânico e postura francesa, se interessa por história e é lindo. Até eu ficaria apaixonada por ele, e para Anna não foi diferente. Mas, foi um pouco mais enrolado que isso. St. Clair, é cobiçado, e Meredith sua primeira amiga, também gosta dele, e de quebra o moço ainda tem namorada. Pegaram o rolo em que Anna estava se metendo?

Ao desenrolar de tudo isso acompanhamos uma série de acontecimentos, conhecemos as histórias dos novos amigos de Anna, e confusões dos velhos amigos também. Pais distantes, conflitos e decisões. E o desenrolar dessa história de amor que parece nunca engrenar.

Os personagens foram muito bem desenvolvidos, e  eu adorei todos os amigos de Anna, principalmente o Josh que é das artes hahaha. Por fim, é um romance bonito. Ter de plano de fundo a Cidade Luz, trouxe vida a narrativa. Adorei cada detalhe dos lugares que ela visitava, e confesso: quis visitar também. A história se desenvolve bem, e percebemos o amadurecimento da nossa personagem principal.

O maior incomodo que esse livro me causou foi a enrolação: Anna e St.Clair parecem bolinhas de ping-pong se desencontrando várias vezes. E quando finalmente se encontram é tão rápido, que me deixou chateada, queria mais do casal.




Minha consideração final é de que Anna narra sua história com um humor delicioso, e cheio de perspicácia. É uma leitura deliciosa, mas não é surpreendente. Apesar de ser um romance acima da média, ele não é muito diferente do que já li em outros livros. Seu grande diferencial na verdade, é Stephanie Perkins que soube entreter os leitores com uma narrativa leve em sua escrita.

Penso que o li no momento certo, precisava de uma leitura amorzinho, leve e divertida, e Stephanie me deu isso de prato cheio. Aos amantes de romances fofos e bem escritos aqui vai minha dica: LEIAM Stephanie rs

Tô pronta pra ler "Lola e o Garoto da Casa ao lado", alguém quer me dizer o que posso esperar dele?
Até mais.

You Might Also Like

4 comentários

  1. Pa, eu sempre tive vontade de ler esse livro, mas ainda não li. Adorei a sua resenha :)

    www.blogdahida.com

    ResponderExcluir
  2. Ah esse livro ♥
    Apesar de estar lutando para terminar ele (estou lendo em inglês), sempre que pego fico suspirando de tão amorzinho e leve e divertido que é esse livro. Amei a resenha!

    Beijos, Le.

    Refração Cultural

    ResponderExcluir
  3. AI MEU DEUS!
    Vim correndo conferir o post assim que vi o link no facebook. Stephanie é a minha escritora de "livros amorzinho" favorita, fico feliz que você tenha curtido a vibe dos livros dela, hehe
    Tenho certeza que Lola não irá te decepcionar! ;)

    ResponderExcluir
  4. Caramba que romance mais enrolado hahaha Imagino que em determinados momentos cause até uma certa impaciência, né? A história se passa em Paris então isso já conta ponto a favor <3 Legal a autora ter desenvolvido todos os personagens bem! Adorei a resenha :) Beijo!

    Colorindo Nuvens

    ResponderExcluir

Converse com a gente ♥

recent posts