Sure, resenha: Duff de Kody Keplinger

15:00:00


Bianca Piper, tem 17 anos, está prestes a se formar no colégio, onde a sua vida vai conforme a maré. Tem duas melhores amigas e uma paixonite pelo garoto nerd que nem sabe da sua existência. Tudo ia muito bem, obrigada, até ela descobrir que é a Duff (miga feinha do grupo) através do garoto mais mulherengo da escola.
Quando descobre o significado do termo, ela perde a cabeça, não aceita e se revolta contra o menino Wesley bonitão. Mas como nem tudo são flores, no meio da descoberta, Bianca está com uns probleminhas em casa e envergonhada não conta para as amigas.

Parece fácil mas Bianca acaba não lidando muito bem com o termo que ganhou de presente "Duff". Saber pelo cara mais "cafa" da escola que ela é feiosa e gordinha do grupo de amigas não foi nada legal pra moça, e ela fica com isso na cabeça.
Além disso, nada vai bem no seu lar. A mãe não aparece há dois meses,  e o pai lida com isso não lidando. 

O drama familiar e a descoberta de ser uma Duff acabam deixando Bianca na bad, e invés de lidar com isso contando pras migas, ela resolve isso da pior forma: Ficando com Wesley o cafajeste dessa história. Mas calma, isso não tem nada a ver com amorzinho. O relacionamento deles se baseia apenas em ficadas e amassos escondidos em lugares aleatórios, e o menino acaba sendo apenas sua válvula de escape para seus problemas.

































Convenhamos, não é um livro com um plot twist (reviravolta) maravilhoso e nem com uma história megamente profunda. É bem YA, com personagens secundários fracos e personagens principais bem meia boca.

Já espera ser uma livro de fácil leitura e com um enredo mais ou menos. O final é bem previsível e não prende muito a atenção. Não acontecem muitas coisas surpreendentes para continuar a leitura.



Sim, tem o filme de mesmo nome, mas não tem muito a ver com o livro. No filme Bianca descobre o termo Duff e quer mudar a opinião das pessoas diante isso. Ela pede ajuda de Wesley que é seu vizinho gato e amigo. No meio disso ela quer conquistar o nerdzinho Toby, mas acaba se apaixonando pelo amigo que é cobiçado pela menina "malvada" da escola.

Aconselho a ler o livro e ficar por essa mesmo. Mas se por acaso, em um dia que o Netflix não tenha nada de bom, que todas as séries e filmes foram cancelados, ai só assim assista o filme. E não diga depois que eu avisei ser uma perda de tempo.



Paloma: Yumi e eu concordamos em discordar, então lá vai... Achei realmente que a história não tem nada profundo e também não gera grandes aprendizados e etc. Mas, sou dessas que acredita que se combinarmos o livro certo com o humor do momento tudo vai bem. 

Eu estava com um bloqueio literário bem grandão e BANG, peguei Duff pra ler e acabei em dois diazinhos. É uma leitura super rápida, que apesar de não ter grandes acontecimentos me manteve curiosa para os acontecimentos seguintes. Foi um livro leve, rápido e até que engraçadinho.

Acho que o grande erro do enredo talvez tenha sido jogar vários temas e não se aprofundar. Bianca, por exemplo tem vários dramas familiares que não foram tããão desenvolvidos. Apesar disso, achei que os personagens desempenharam bem seus papeis de coadjuvantes.

E bem, creio que o ponto alvo do livro seja o "relacionamento" de Bianca e Wesley (safadão rsrs não resisti ao trocadilho sorry). Apesar de óbvio, achei as ceninhas gostosas de ler e particularmente divertidas.

Então certo: Não é um livro grandioso, mas não é uma total perca de tempo. É uma ótima e fluída distração.
E aqui estão opiniões completamente diferentes hahaha Façam suas escolhas e vejam quem tem razão! haha


You Might Also Like

7 comentários

  1. Curti a resenha, estava em dúvidas sobre o livro e vocês me ajudaram... Bjs ;)

    ResponderExcluir
  2. A maioria das resenhas que li sobre esse livro me fizeram chegar à mesma conclusão de que é um ótimo livro para sair da ressaca literária, como a Paloma disse. Nada que acrescente na vida huahuahu o filme eu já assisti em um dia que não tinha nada melhor para fazer, é bem bobo, mas deu pra matar o tempo. ;)
    Porém se tem algo nesse livro que de vez em quando me dá vontade de ler, esse algo é a capa. Acho tão fofinha hahaha

    choveamoraqui.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ainda bem que não perdeu o tempo assistindo Hahaha A capa é o chamariz, mas infelizmente fica nisso.

      Bjs💖

      Excluir
  3. Há gente morri só pelo marca páginas. A história não me parece nada de novo, acho que leria rapidinho, mas não me apegaria a história.
    Beijo meninas. ♥

    www.tecontopoesia.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A Globo ATL foi esperta com o marcador. É a coisa mais fofo desse mundo. Usando de enfeite na prateleira Hahah

      Bjs

      Excluir
  4. Legal vocês exporem os dois lados do livro, as duas opiniões. Mas pela sinopse e descrição acho que não seria um livro que me agradaria muito. Geralmente livros e personagens muitos superficiais tendem a me irritar um pouco hahaha! Mas, uma coisa é inegável, eu adoro essa capa (roxo, all star branco e listras) isso é meio eu hahaha Beijos!

    Colorindo Nuvens

    ResponderExcluir

Converse com a gente ♥

recent posts