Bienal do Livro de São Paulo 2016: Impressões

16:11:00


YAAAAAY, finalmente um dos dias mais aguardados do ano para os leitores chegou: A Bienal! Todo mundo empolgado e animado?! Então vem comigo que neste post eu vou contar o que tá valendo a pena por lá, e todos os pontos negativos e positivos.

Resolvi encarar a Bienal do Livro logo no primeiro dia. Nos outros anos sempre fui em finais de semana e ficava super irritava, porque nunca dava para se mexer direito e andar com calma. Escolhi ir na sexta-feira, dia 26, e não poderia ter sido melhor. Peguei o lugar tranquilo, sem grandes lotações e cheio de espaço vazio pra circular a vontade.

Com toda essa tranquilidade que pude presenciar, deu pra dar uma boa olhada no lugar e avaliar o que estava bom e o que não estava. Então resolvi montar alguns topicozinhos básicos que considero importante, pra vocês saberem o que podem encontrar por lá.



♥ Preços ♥

Acredito que a coisa mais atrativa do lugar seja o fato de ter muitos descontos e promoções. Mas se você achou que ia achar aqueles livrinhos da categoria John Green por um preço bom esqueça. Alguns estantes de editoras conhecidas, realmente tem descontos de 10%, 20%, 30%... Mas mesmo com isso, os preços não caíram muito. Uma alternativa é procurar os estandes de editoras nem tão conhecidas, e os famosos estandes de TOP LIVROS (todos os livros por R$ 10,00). Claro você pode não encontrar aquele livro mais recente que você queria, mas se olhar direitinho dá pra garimpar alguns títulos interessantes.

* Dica* Pra saber se de fato valeu a pena comprar, anote antes todos os livros que você desejaria comprar na Bienal e seus respectivos preços nos sites, depois, na Bienal você dá aquela conferida pra ver se compensa!
Eu fiz isso e na maioria não compensava, inclusive, em alguns casos o livro chegava a ser mais barato pelo site.



♥ Organização ♥
Nesse ano, diferente dos outros, me senti bem mais confortável por lá. Claro que isso se deve ao fato de ter ido num dia tranquilo, mas deu pra reparar que eles reforçaram a quantidade de seguranças, e o pessoal que trabalha por lá me pareceu bastante informado e pronto pra ajudar.




♥ Acessibilidade ♥
Bom, como sou cadeirante, pra mim esse é um dos pontos mais importantes a serem pensados, num evento desse tamanho.
Uma dificuldade que encontrei é que eles não sinalizaram nos sites que haveria transporte acessível para chegar até a Bienal nos metrôs, para pessoas com necessidades especiais. Então desci no metrô Portuguesa-Tietê, e foi um tiro no escuro. Não sabia se ia encontrar um transporte acessível, mas UFA, havia sim. Eles disponibilizam as lotações acessíveis de ida e volta pro metrô, e se você for idoso, ou estiver acompanhado de um também pode usar.

Dentro da Bienal, fiquei muuuuito satisfeita com a acessibilidade dos estandes. Em outros anos haviam muitos estandes sem rampas, e isso me deixava furiosa. Esse ano não passei por isso. Todos os estandes estavam com suas rampinhas, e todas bem feitinhas. Com exceção da Panini que fez um corredor SUPER estreito para pagamentos, e no final dele, nada de rampa, só um degrauzinho grande, acabando com a nossa alegria.



♥ Para não perder ♥
Um dos estandes mais legais que encontrei lá, foi o da Editora Rocco. Eles colocaram um cantinho temático do Harry Potter que ficou uma lindeza. Tão legal que tinha até aquela filinha marota pra tirar foto haha.

O estande da Intrínseca tem os marcadores mais legais! Me esbaldei por lá, e só não fui mais feliz porque alguém antes de mim pegou TODOS os marcadores de" A culpa é das Estrelas" :( Fiquei na vontade, mas sai com vários pra compartilhar.

O Spotify espalhou pelo evento alguns pontos para você sentar e ouvir uma música com os fones potentes deles. Achei sensacional, e se você precisar dar aquela descansada, procure esse pontos.

Sem mais delongas, acho que deu pra vocês perceberem um pouquinho qual foi o resultado dessa edição da Bienal. Gostei muito de ter ido, e espero que todo mundo goste também. Se vocês quiserem posso fazer um post com as comprinhas que fiz por lá (não é muita coisa). Não deixem de comentar o que acharam do post, e qual é a expectativa de vocês pra Bienal!

Beijos♥





You Might Also Like

10 comentários

  1. Eu não acredito que estávamos no mesmo lugar é no mesmo dia!!! Eu ia adorar te conhecer! Também optei por ir no primeiro dia pela tranquilidade e não me arrependo! Encontrei todos os livros que queria com descontos marotos, como o livro ilustrado do Harry, que na Rocco estava por 120 dinheiros e eu paguei 69,90 no Submarino. Mas precisa ter noção mesmo, de preferência com listinha, para não pagar mais caro pela empolgação do momento.
    Adorei o post. Um beijo!

    ResponderExcluir
  2. Poxa que legal! Vou em final de semana, só espero não pegar super lotação. Na de 2014 eu mal consegui andar, e não comprei nada. Tava horrível! Espero que esse ano eles tenham uma melhor organização.
    Um beijão
    http://primaverasinesqueciveis.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Na última bienal eu fui no último dia do evento e fiquei super frustrada por conta da super lotação. Dessa vez, fui no primeiro sábado e achei um pouco mais vazio e organizado. Os preços não estavam muito atrativos mesmo não, tinha que garimpar bastante para valer a pena, mas a minha intenção não era gastar, tanto é que comprei só um livrinho :) Mas amei o estande da rocco, estava sensacional! Fãs do harry potter agradecem hahaha Beijos!
    Colorindo Nuvens

    ResponderExcluir
  4. Nossa, esse post foi realmente útil, estou indo esse sábado e já deu pra ter uma noção do que esperar! Amei, muito obrigada <3

    ResponderExcluir
  5. Eu nunca fui em uma bienal, o interesse só veio esse ano, mas terei que esperar pelo ano que vem, quando terá aqui no RJ.
    Sei que isso dos preços é bem verdade, nem me animarei muito... Irei mais pelo passeio, autores e ambiente mesmo.
    Quero saber o que você comprou por lá!!! Beijos!!

    ourbravenewblog.weebly.com

    ResponderExcluir
  6. Nossa, Paloma!!! Que sonho!!! Gostaria muito de ir à Bienal, mas nunca fui... Daqui pra SP é 24h se for de ônibus, entāo, tive que deixar pra uma prótima oportunidade mesmo! Rs.
    Fiquei muito feliz ao ler os tópicos relacionados à organização e à acessibilidade. A questāo dos preços é desanimadora, mas o passeio vale super a pena! Amei o post!
    Um xêro!

    www.umadoseparaomeudia.com

    ResponderExcluir
  7. Gostaria muito de ter participado dessa bienal, quem sabe ano que vem eu consiga ir! ♥ Amei seu post ♥

    ResponderExcluir
  8. Eu fui no domingo e a organização estava mesmo bem melhor, mesmo cheio, tinha um bom espaço para andar sem se sentir esmagado. Os preços realmente tem que garimpar bastante, mas acabei pegando 8 livros e fiquei muito feliz, já estou ansiosa para a próxima :)

    ResponderExcluir
  9. Ciúmeessss, queria ter ido, mas sou do Paraná. Quero tentar ir no próximo ano no Rio de Janeiro, já guardando dinheiro pra ir *-*

    Segue de volta o meu blog pelo GFC? http://www.horadaleituraa.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Adorei conhecer a Bienal por meio de suas palavras.
    Fiquei super feliz quando vi seu tópico positivo (apenas com uma ressalva) sobre a acessibilidade. Isso é tão, tão, tão importante e muitas vezes passa despercebido. Fico feliz de saber que você não foi prejudicada nesse ano pela falta de acessibilidade.
    Infelizmente não conseguir ir este ano, mas nos próximos estarei lá com certeza.

    Beeeijos.

    ResponderExcluir

Converse com a gente ♥

recent posts