Sure, resenha: O último adeus de Cynthia Hand

12:09:00


Lex é uma garota de 18 anos que começa a escrever um diário a pedido de Dave, seu terapeuta. Há sete semanas atrás, Tyler seu irmão mais novo, cometeu suicídio, agora ela não consegue se quer se lembrar de como se sentir feliz.

E é nesse clima pesado e apático que conhecemos a história que Lex nos narra. Nossa personagem principal nos pega pela mão e nos mostra o vazio interminável que sua vida se tornou após a morte de seu irmão. E não apenas isso, com ela conhecemos a profundidade de uma menina que tem que lidar com uma rotina de divórcio dos pais, provas pra entrar na universidade, gastos com seu carro velho, e com esse enorme vazio que continua consumindo-a. 



Sim gente, é uma leitura difícil. Como leitores mergulhamos nesse mundaréu de sentimentos e dor, e acompanhamos Lex em sua rotina dolorosa. 
Depois da perda todas as coisas saíram do lugar. Ela terminou com seu namorado, se afastou de seus melhores amigos, e mal dá conta de fazer as coisas do dia-a-dia. 
Logo ela que era a nerdzona, tirava ótimas notas e tinha um grupo de amigos tão unido.

No meio disso ainda tem sua mãe, que está um caco. Bebendo regularmente, e chorando todos os dias. 




Na leitura eu entendi rápido que esse livro não era sobre Tyler, o irmão que se suicidou e estava se sentindo vazio. Esse livro é sobre Lex, sobre sua mãe e seu pai, e sobre os amigos de Tyler, aprendendo a lidar com a dor da perda. É sobre tentar seguir em frente depois de ter sido devastado por algo que causa tanta dor. É sobre viver com uma saudade que aperta o peito, e tentar sorrir mesmo depois de tudo. É sobre como o suicídio não afeta apenas a vida daquele que se foi, mas a de todos que ficaram.




Por fim, só posso dizer que o último adeus é um livro intenso, triste e sensível. É um relato muito comovente sobre suicídio, morte e perdas. E apesar de ser pesado, é uma daquelas leituras que vai te acrescentar muito, então não poderia deixar de indicá-lo


You Might Also Like

7 comentários

  1. tenho quase certeza de que quando ler esse livro vou gostar em demasia. gosto muito de livros assim bem intensos, super sério haha e essa edição da darkside, como sempre né, incrível!
    :****

    ResponderExcluir
  2. Cara, só de ler a resenha, ja me imagino lendo e me identificando com a personagem. Eu, por exemplo, sou muito ligada ao meu irmão e juro que se acontecesse o mesmo o que aconteceu com Lex, não sei se aguentaria a barra.
    Beijos, sôzoca.

    ResponderExcluir
  3. Eu tenho vários livros da Darkside na minha wishlist e esse é um deles! Acho que a proposta é bem interessante, afinal, depressão e suicídio é um assunto muito atual e importante.
    Os relatos da Lex parecem ser bem tocantes e profundos! Com certeza é um livro que desejo ler <3
    Beijos!
    Colorindo Nuvens

    ResponderExcluir
  4. Oi, Paloma!
    Ai como li Proibido há pouco tempo, estou tentando correr de livros que mexem com nossos sentimentos, mas confesso que fiquei bem curiosa para fazer essa leitura!
    Querendo ou não, eu adoro esse tipo de livro. Aqueles que nos deixam esgotadas no final. Significa que foi extremamente bem escrito, né?
    Beijinhos

    Galáxia dos Desejos

    ResponderExcluir
  5. Amei essa resenha! Fiquei com muita vontade de ler esse livro, mas sinto que vou ter a maior ressaca literária de todos os tempos quando terminar.
    P.S. Darkside arrasa muito nas edições do livro! <3

    Beijos
    www.quartodoslivros.com.br

    ResponderExcluir
  6. Parece ser uma leitura pesada mas que vale a pena.
    Bj e fk c Deus.
    Nana
    http://procurandoamigosvirtuais.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Depois de OS 13 Porquês eu não sei se estou bem para ler ou assistir mais obras sobre suicídio, mas esse livro tá na minha lista do Skoob e vai ser lido um dia, com certeza! Adorei a resenha *-*

    Beijos,
    literarizandomomentos.blogspot.com

    ResponderExcluir

Converse com a gente ♥

recent posts